Departamento de Educação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Fundamentos de Didáctica da Matemática
Docente
: João Pedro Mendes da Ponte

Voltar à página principal

Guião para a análise crítica de um artigo de investigação empírica


    O objectivo principal desta tarefa é contribuir para desenvolver a compreensão do que são as características principais de um artigo de investigação empírica (em Didáctica da Matemática) e como fazer a respectiva análise crítica. Para que este trabalho seja proveitoso, convém que o artigo escolhido seja de boa qualidade.

    É estabelecido um limite máximo na extensão do texto a entregar — de 1200 palavras, o que equivale a cerca de 2 páginas — porque num trabalho deste tipo é muito importante distinguir o essencial do acessório. O que nos interessa é o fundamental e isso pode ser dito de forma breve. Este limite é para ser levado a sério. Nele se inclui a identificação do mestrando e do trabalho criticado, bem como a bibliografia (eventualmente) citada.

    A estrutura usual de um artigo relatando uma investigação empírica em Didáctica da Matemática é a seguinte:
   
(i) introdução, incluindo um enunciado problema em estudo -- que deve ser claro e relevante.
    (ii) fundamentação teórica, com referência a investigações empíricas anteriores -- esta fundamentação deve ser adequada ao problema proposto e actualizada.
    (iii)
indicação da metodologia usada -- esta deve ser devidamente explicada e adequada ao problema proposto.
    (iv) descrição dos resultados obtidos e sua interpretação -- devem ser apresentados dados pertinentes e feita uma interpretação convincente dos mesmos;
    (v) conclusões, indicando eventuais implicações para a prática profissional, a política educativa, a formação de professores, o desenvolvimento curricular, bem como questões para futura investigação;
    (vi) bibliografia e eventuais anexos.

    Há várias maneiras de fazer este trabalho. Por exemplo, pode-se começar por descrever o que o artigo se propõe fazer (ou seja, qual é o seu "problema"), em que perspectiva(s) se fundamenta o autor, qual metodologia usada, que resultados obteve e qual o seu alcance. (sugestão: três ou quatro parágrafos)

    Depois, numa segunda parte, será de referir o que se consideram ser os principais méritos ou deméritos do artigo em cada um destes pontos (problema, fundamentação, metodologia, resultados, conclusões), justificando sempre os juízos formulados. Para mim, esta é a parte mais importante e convém que seja a mais extensa e a mais ponderada. (quatro ou cinco parágrafos).

    Convém terminar com uma apreciação crítica de conjunto, onde se pesam as qualidades e os defeitos e se formula um juízo quanto ao valor global do artigo (um parágrafo).

    O prazo final de entrega desta tarefa é de 05 de Janeiro 2006. Será possível enviar uma primeira versão por e-mail, até ao dia 15 de Novembro de 2005. Os trabalhos recebidos até esta data serão devolvidos com comentários tendo a vista a sua melhoria. Os recebidos posteriormente a 15 de Novembro serão considerados versões finais.

    Penso que será boa ideia aproveitar a possibilidade de ter um feedback formativo intermédio e não deixar para a última hora a realização deste trabalho.

    Os artigos a comentar devem-me ser previamente indicados, até ao dia 15 de Outubro, para eu confirmar a sua adequação. Se me parecer que o artigo não é adequado para este fim, procuraremos encontrar em conjunto alternativas.

Sugestões onde procurar artigos de investigação empírica no campo da Didáctica da Matenática:
Quadrante
Revista de Educação
Revista Portuguesa de Educação
Educational Studies in Mathematics
Journal for Research in Mathematics Education
Recherches en Didactique des Mathématiques
Focus... on the Learning of Mathematics
For the Learning of Mathematics
Livro "Reflectir e investigar sobre a prática profissional" (GTI da APM)