Alexandra-Alexandre-Renata - 18

Acho que o vosso trabalho está muito bom, tendo melhorado em vários aspectos da versão anterior para a versão final. Aqui ficam alguns comentários mais específicos a um ou outro aspecto:

 

§           A tradução das citações dos textos de autores estrangeiros proporciona muito mais coerência e unidade ao texto.

 

§           De notar que a realização de um “trabalho exaustivo” sobre o conceito de professor investigador (p. 2) é uma coisa que não foi pedida e que extravasaria o âmbito da disciplina...

 

§           As considerações sobre metodologia e implicações, organizadas numa só secção ficam muito melhor.

 

§           O exemplo americano, está agora melhor documentado, em termos da sua origem, mas ainda não se percebe muito bem que papel desempenharam neste processo Navarro, Pévost e Romero, os “documentadores” da experiência (p. 10).

 

§           Continuo a pensar que seria interessante termos um exemplo de uma “investigação participada” claramente relacionada com o ensino-aprendizagem da Matemática...

 

§           A ideia que o professor pode ser um produtor de conhecimento novo e válido não é só problemática no meio académico (como se diz no vosso texto), mas também no meio profissional – por isso, a questão é capaz de ser muito mais complexa do que uma mera disputa entre “bons” e “maus”, ou seja, entre professores e académicos...

Penso que os objectivos fundamentais associados à elaboração de um trabalho deste tipo terão sido atingidos, tanto no que respeita ao conhecimento que vocês adquiriram sobre o tema específico, como, e principalmente, no que se refere aos processos associados à elaboração de um texto desta natureza. Parabéns pelo vosso trabalho!