Tema 5 - As experiências de terreno na formação inicial de professores

 Questões

Estas questões são apresentadas como possível ponto de partida para a reflexão por parte do grupo:

  1. Como é que o trabalho de campo é encarado por diversos modelos/paradigmas de formação inicial de professores (e pela legislação portuguesa?)

  2. Quais as potencialidades desse trabalho de campo?

  3. Existem modalidades diversas de trabalho de campo? Como se caracteriza cada uma delas e a os seus objectivos?

  4. Em que condições é que o trabalho de campo pode ser um factor promotor de uma forte relação teória-prática? que é que nas TIC podem trazer de novo à realização do trabalho de campo?

  5. Quais as dificuldades que surgem com mais frequência no decurso do trabalho de campo?

  6. Que boas experiências existem que possam dar um testemunho concreto do valor trabalho de campo? (noutros países? Em Portugal?)

Bibliografia sugerida

1.    Korthagen, F. A. J., Kessels, J., Koster, B., Lagerwerf, B., & Wubbels, T. (2001). Linking practice and theory: The pedagogy of realistic teacher education. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum. (CIE)

2.  B. P. Campos (Ed.), Formação profissional de professores no ensino superior (Vol. 1). Porto: Porto Editora.

Bibliografia complementar 

  1.  Blanton, M. L., Berenson, S. B., & Norwood, K. S. (2001). Exploring a pedagogy for the supervision of prospective mathematics teachers. Journal of Mathematics Teacher Education, 4, 177-204. (CIE)

  2. Ebby, C. B. (2000). Learning to teach  mathematics differently: The interaction between coursework and fieldwork for preservice teachers. Journal of Mathematics Teacher Education, 3(1), 69-97. (CIE)

  3. Hoyle, E., & John, P. D. (1995). Professional knowledge and professional practice. London: Cassel.

  4. Liebermann, A., & Miller, L. (1990). Teacher development in professional practice schools. Teachers College Records, 92(1), 105-122.

  5. Mewborn, D. S. (1999). Reflective thinking among preservice elementary mathematics teachers. Journal for Research in Mathematics Education, 30(3), 316-341. (CIE)

  6. Mewborn, D. S. (2000). Learning to teach mathematiccs: Ecological elements of a field experience. Journal of Mathematics Teacher Education, 3(1), 27-46. (CIE)

  7. Perrenoud, P. (1993). Práticas pedagógicas, profissão docente e formação: Perspectivas sociológicas. Lisboa: D. Quixote.

  8. Ponte, J. P., & Brunheira, L. (2001). Analysing practice in preservice mathematics teacher education. Journal of Mathematics Teacher Development. (Ficheiro Word)

  9. Ruthveen, K. (2000). Mathematics teaching, teacher education and educational research: Developing "practical theorising" in initial teacher education. In T. J. Cooney & F. L. Lin (Eds.) (pp. 165-184). Dordrecht: Kluwer. (CIE)