RAFFAELLE BOMBELLI

 

 

    Raffaele Bombelli viveu no século XVI, sendo incertas as datas correspondentes ao seu nascimento e à sua morte. Crê-se que era natural de Bolonha e nesta cidade exerceu grande parte da sua actividade de matemático e de engenheiro hidráulico.

 

   Bombelli procedeu à elaboração da sua Álgebra. Assumindo posição na polémica dos grandes algebristas italianos, pronunciou-se a favor de Cardano e Ferrari, contra Tartaglia.

   Imaginou um processo para a resolução de equações de 4º grau que ainda hoje é conhecido pelo nome de "regra de Bombelli" e que não difere do processo já utilizado por Ferrari.

   O Álgebra contribuiu notavelmente para o aperfeiçoamento do algarismo algébrico, mas a sua principal contribuição diz respeito ao cálculo dos imaginários e , a que chamava "mais ou menos". 

  

    Bombelli pertence à estirpe daqueles valorosos cientistas de Quinhentos que compreenderam a necessidade de regressar às fontes gregas para assimilar o seu precioso património de ideias.

    

    Dedicou-se particularmente ao estudo de Diofanto, empreendendo, em colaboração com António Pazzi, a tradução (que não foi levada a termo) da sua Aritmética. Esta obra sugeriu-lhe trabalhar no sentido de contribuir para a aritmetização da Matemática, libertando-a do método geométrico que a dominava. Em certo sentido, pode dizer-se remontar a esta obra a origem da Geometria Analítica.

 

 

Copyright© 2001
Alda Martins, Alice Gaspar, Cristina Andrade, Maria João Bruno