Afasia de Wernicke

A característica mais marcante deste tipo de afasia diz respeito à perturbação da capacidade auditiva de material verbal. Para além deste defeito, os pacientes apresentam também perturbações das capacidades de nomeação e de repetição. O discurso espontâneo é fluente e constituído, a maioria das vezes, por parafasias, o que o torna frequentemente ininteligível. 

 

A análise deste tipo de afasia permite-nos fazer algumas considerações teóricas sobre os possíveis mecanismos alterados pela lesão nesta região do cérebro. Consideramos que existem fundamentalmente duas variantes:

g uma variante predominantemente expressiva em que o discurso é totalmente constituído por palavras incompreensíveis (jargonafasia);

g outra, em que predomina o defeito de compreensão, aproximando-se do quadro de surdez verbal pura.

 

Assim e apesar do afásico conservar a integridade da expressão verbal, o facto da compreensão estar afectada faz com que lhe seja impossível descodificar correctamente o que lhe é transmitido. Ouve as vozes ou vê as palavras, mas é incapaz de as interpretar.