Conceito de integração

"Integração significa o estabelecer de formas comuns de vida, de aprendizagem e de trabalho entre pessoas deficientes e não-deficientes. Integração significa ser participante, ser considerado, fazer parte de, ser levado a sério e ser encorajado.

 A Integração requer a promoção das qualidades próprias do indivíduo, sem estigmatização e sem segregação. Realizar pedagogicamente a integração significa, seja no jardim de infância, na escola ou no trabalho, que todas as crianças e adultos (deficientes ou não) brinquem / aprendam / trabalhem de acordo com o seu próprio nível de desenvolvimento em cooperação com os outros" (Steinemann, 1994:7).

 

 

Quando se aborda o tema das crianças com dificuldades especiais, utiliza-se o termo integração, querendo com isso significar a colocação de pessoas com deficiências justamente com pessoas não-deficientes no mesmo lugar.

ef

" A variedade desses contextos, as prioridades definidas para a política educativa, o nível de desenvolvimento dos subsistemas da educação especial marcam diferentes formas de perspectivar a integração escolar dos alunos com deficiência."

ef

Os vários países da Europa comunitária têm diferentes formas de perspectivar a integração. Nos vários países como Inglaterra, Dinamarca, Itália, Espanha e Grécia consideram que a integração é um " processo de mudança da escola regular". Nos países como a França, Bélgica e o Luxemburgo consideram "um processo extrínseco à escola regular"