Piet Mondrian
(1872 - 1944)

 

Pieter Cornelis Mondrian, nasceu em Amersfoort na Holanda e embarcou na carreira artística apesar de todas as objecções da sua família.  Estudou na Academia de Belas Artes de Amsterdão de 1892 a 1895  e depois começou a pintar.  Os primeiros trabalhos de Mondrian, na sua grande maioria, eram pinturas de calmas paisagens em tons de  suaves cinzentos, cor de malva e verdes escuros. Por volta de 1908, sob a influência do pintor holandês Jan Toorop, começou a experimentar cores mais brilhantes no intuito de transcender a natureza, criando uma série de pinturas de árvores e flores nas quais desenvolveu um estilo cada vez mais abstracto.

            

"Amaryllis”  
Mondrian, 1910

 

Click to view full-sized image

             

Mudou-se para Paris em 1912, e é então que Mondrian toma contacto com pintores cubistas, rendendo-se às suas ideias e mudando progressivamente de seminaturalista para a crescente abstracção. Mondrian encontrou novos caminhos! Durante a primeira guerra mundial, Piet pinta na Holanda, e ajuda a fundar uma revista de artes “De Stijl”, que influenciou a pintura, o design e a arquitectura europeia.  

O princípio do século XX ficou marcado pela tentativa de representar a realidade das maneiras mais abstractas, onde a pintura é um exemplo por excelência desse novo olhar. O pintor holandês levou a abstracção até ao máximo dos seus limites.

 

 

“Composition in line and color”
Mondrian, 1913

"Ocean 5"
Mondrian, 1915