John Wallis

 

 

 

 

John Wallis (1616-1703) foi um dos mais importantes matemáticos ingleses do século XVII, dotado de uma personalidade multifacetada que o levou a debruçar-se ao longo da vida sobre temas muito diversos.

Em 1649 foi nomeado "Savilian Professor of Geometry" em Oxford, uma nomeação algo controversa porque na altura não tinha produzido qualquer obra de matemática e a sua fama era sobretudo como teólogo. Mas Wallis rapidamente mostrou estar à altura da responsabilidade que lhe havia sido conferida. Nos mais de 50 anos em que ocupou essa posição, John Wallis deu contributos excepcionais em álgebra, geometria e mecânica teórica.

A sua obra mais famosa foi a célebre Arithmetica infinitorum (1655), um texto que teve uma profunda influência em Newton. Para além da sua obra matemática, Wallis teve importantes contribuições na decifração de códigos, em questões de linguística e fonética; teve uma distinta carreira como teólogo e pregador; desempenhou um papel de relevo na fundação da Royal Society; foi o mentor e responsável pela edição de muitos textos científicos de autores consagrados.

Na sua Opera Mathematica, impressa entre 1693 e 1699, Wallis cita um célebre trecho de Pedro Nunes, mostrando assim que mais de um século após a morte do matemático português, as suas obras ainda circulavam e eram estudadas por alguns dos mais reputados matemáticos da altura.