A cultura Maia usou o sistema vigesimal e, por meio de símbolos figurativos chegaram a estabelecer as datas mais antigas que se registam na história da humanidade.

Criaram um sistema baseado na posição dos símbolos, que incluía a utilização do zero 0 (para indicar que não existem unidades deste valor), um símbolo ovalado que aparece em numerosos vestígios ou códices maias.

No seu sistema vigesimal, os valores dos seus símbolos aumentavam de vinte em vinte, com algumas variações, para uma melhor adaptação à cronologia.

Para eles os dias eram deuses..., e eram benditos os números que os representavam.

Não se interessavam pelo futuro, mas o passado guardava os seus segredos, que eram estudados pelos sacerdotes.  

O ano Maia estava dividido em 18 meses com 20 dias cada. Então os Maias não consideravam as posições 200, 201, 202,... mas sim  200, 201, 201×18 (=360), 202×18 (=7200), 203×18 (=144000 ),...

Os numerais eram escritos verticalmente e nos lugares "vazios" punham o sinal

Vejamos o seguinte quadro que, para cada número, (repres. árabe), tem uma representação horizontal e uma vertical:  

 

Vejamos agora o seguinte exemplo:

Temos, então, representado o número 2×144000+0×7200+16×360+7×20+11 = 290311.

Tarefas Didácticas:

Escreve  em notação decimal os seguintes numerais maias:

                

PE03328A.gif (2743 bytes)

Click para saber a solução

Click para voltar